Intenção de Oração do Papa: pelos direitos fundamentais

Para defender os direitos humanos fundamentais é preciso coragem e determinação.

Refiro-me a opor-se ativamente à pobreza, à desigualdade, à falta de trabalho, de terra, de habitação, de direitos sociais e do trabalho.

Lembrem-se que muitas vezes os direitos humanos fundamentais não são iguais para todos.

Há pessoas de primeira, de segunda, de terceira e de descarte.

Não. Têm que ser iguais para todos.

E, em alguns lugares, defender a dignidade das pessoas pode significar ir para a prisão, inclusive sem julgamento. Ou pode significar a calúnia.

Cada ser humano tem direito a desenvolver-se integralmente, e esse direito básico não pode ser negado por nenhum país.

Rezemos por aqueles que arriscam suas vidas lutando pelos direitos fundamentais em ditaduras, regimes autoritários e inclusive em democracias em crise, para que seu sacrifício e trabalho deem frutos abundantes.

(Papa Francisco – Abril/2021)

Por Vatican News

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.