Confissões

TERÇA-FEIRA

8h às 9h:
Convento N. S. Carmo (Itu)

9h às 11h:
Paróquia N. S. Aparecida (Itu)

14h às 16h:
Paróquia Senhor do Horto e S. Lázaro (Itu)
Paróquia São Judas Tadeu (Itu)

14h às 16h30:
Paróquia São João Batista (Itu) *

15h às 17h:
Paróquia São Benedito (Salto)

QUARTA-FEIRA

8h às 9h:
Convento N. S. Carmo (Itu)

9h às 11h:
Paróquia N. S. Aparecida (Itu)
Paróquia N. S. Candelária (Itu)

9h às 11h30:
Paróquia São Cristóvão (Itu)
Paróquia São João Batista (Itu) *

9h às 12h:
Paróquia N. S. Monte Serrat (Salto)

9h30 às 11h:
Paróquia Cristo Rei (Salto)

9h30 às 11h30:
Paróquia São José (Itu)

10h às 11h30:
Paróquia N. S. Aparecida (Salto)

14h às 17h30:
Paróquia Sagrada Família / Comunidade Santa Isabel (Itu)

14h30 às 16h30:
Paróquia N. S. Candelária (Itu)
Paróquia São Camilo de Léllis (Itu)
Paróquia São José (Itu)

14h30 às 17h:
Paróquia N. S. Aparecida (Salto)

15h às 17h:
Paróquia São Benedito (Salto)

16h15 às 17h30:
Paróquia São Luís Gonzaga (Itu)

QUINTA-FEIRA

8h às 9h:
Convento N. S. Carmo (Itu)

8h às 11h30:
Paróquia N. S. Aparecida (Salto)

9h às 11h:
Paróquia N. S. Candelária (Itu)
Paróquia N. S. Aparecida (Itu)

9h às 11h30:
Paróquia São Camilo de Léllis (Itu)

9h às 12h:
Paróquia São Luís Gonzaga (Itu)
Paróquia N. S. Monte Serrat (Salto) *

9h30 às 11h30:
Paróquia São Benedito (Salto)

14h às 16h:
Paróquia São Roque (Salto)

14h às 16h30: 
Paróquia São Cristóvão (Itu)

14h30 às 16h30: 
Paróquia N. S. Candelária (Itu)

14h30 às 17h:
Paróquia N. S. Aparecida (Salto)

20h:
Paróquia Cristo Rei (Salto) *

SEXTA-FEIRA

8h às 9h:
Convento N. S. Carmo (Itu)

9h às 11h:
Paróquia N. S. Aparecida (Itu)
Paróquia São Roque (Salto)

9h às 11h30:
Paróquia São Cristóvão (Itu)
Paróquia São Camilo de Léllis (Itu)
Paróquia São João Batista (Itu) *

9h às 12h:
Paróquia N. S. Monte Serrat (Salto)

9h30 às 11h30:
Paróquia São José (Itu)
Paróquia São Benedito (Salto)

14h às 16h:
Paróquia Senhor do Horto e S. Lázaro (Itu)
Paróquia São Judas Tadeu (Itu)

14h às 17h30:
Paróquia Sagrada Família / Comunidade Santa Isabel (Itu)

14h30 às 16h:
Paróquia Cristo Rei (Salto)

14h30 às 16h30:
Paróquia São José (Itu)

14h30 às 17h:
Paróquia N. S. Aparecida (Salto)

SÁBADO

8h às 9h:
Convento N. S. Carmo (Itu)

9h às 11h:
Paróquia São Cristóvão (Itu)
Paróquia Senhor do Horto e S. Lázaro (Itu)
Paróquia São Judas Tadeu (Itu)
Paróquia São Camilo de Léllis (Itu) *
Paróquia São Roque (Salto)

9h às 11h30:
Paróquia Sagrada Família / Comunidade Santa Isabel (Itu)
Paróquia São João Batista (Itu) *
Paróquia N. S. Aparecida (Salto)
Paróquia São Benedito (Salto)

9h às 12h:
Paróquia São Luís Gonzaga (Itu)
Paróquia N. S. Monte Serrat (Salto) *

9h30 às 11h:
Paróquia Cristo Rei (Salto)

9h30 às 11h30:
Paróquia São José (Itu)

OBSERVAÇÕES

* Horários de Confissões das paróquias e comunidades de Itu (SP) e Salto (SP).

* Agendar na secretaria da paróquia. Para consultar o telefone, acesse o Guia de Contatos.

Confissão: O Sacramento da Penitência e da Reconciliação

«Deixai-vos reconciliar com Deus» (2 Cor 5, 20).

Voltar à comunhão com Deus, depois de a ter perdido pelo pecado é um movimento que nasce da graça do Deus misericordioso e cheio de interesse pela salvação dos homens. Aqueles que se aproximam do sacramento da Penitência obtêm da misericórdia de Deus o perdão da ofensa a Ele feita e ao mesmo tempo reconciliam-se com a Igreja que tinham ferido com o seu pecado, a qual trabalha pela sua conversão pela caridade, pelo exemplo e pela oração.

Toda a força da Penitência reside no fato de ela nos reconstituir na graça de Deus e de nos unir a Ele com a máxima amizade. O fim e o efeito deste sacramento são, pois, a reconciliação com Deus. Para aqueles que recebem o sacramento da Penitência com coração contrito e disposição religiosa, este sacramento «é seguido da paz e da tranquilidade da consciência, acompanhadas de uma grande consolação espiritual».

São condições indispensáveis para se realizar uma boa confissão e receber dignamente o sacramento da Penitência: o exame de consciência (análise de si mesmo); o arrependimento dos pecados cometidos (contrição), o firme propósito de não pecar daí por diante (mudança de vida), a confissão dos próprios pecados ao sacerdote (evitando justificações e desculpas); a vontade de cumprir a penitência que o confessor impõe e a absolvição (perdão dos pecados).

O Sacramento da Penitência nos fortifica contra as recaídas no pecado. É o remédio espiritual que fortalece e ao mesmo tempo cura. Esta é a razão pela qual toda a pessoa desejosa de ter verdadeira vida interior sente necessidade de confessar-se com frequência.

Dá graças ao Senhor, porque Ele é bom. Porque eterna é a sua misericórdia.