Igreja no Brasil

Em cerimônia, Brasil é consagrado ao Imaculado Coração de Maria

Aleteia › 21/05/2019

Segundo organizadores, o ato procurou reforçar o atendimento do pedido feito por Nossa Senhora de Fátima de que o mundo seja consagrado ao seu Coração Imaculado

Foi realizado na tarde desta terça-feira (21/05), no Palácio do Planalto, um ato de Consagração do Brasil a Jesus por meio do Imaculado Coração de Maria, com a participação do presidente Jair Bolsonaro e do bispo dom Fernando Arêas Rifan, atual ordinário da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney.

A cerimônia, celebrada às 14h, foi idealizada pelo deputado Eros Biondini (PROS-MG) conjuntamente com a Congregação Mariana e com vários outros grupos católicos. De parte do Palácio do Planalto, o ato de consagração foi assinado pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Floriano Peixoto.

“É um gesto singelo, de fé, de amor, e de muita importância não só para os católicos, mas para todo o Brasil”, destacou o deputado Eros Biondini.

Para o padre Oscar Pilloni, da Comunidade Gospa Mira, a consagração feita neste dia foi “algo espiritual, algo invisível, de valor incalculável.”

Foi rezado um mistério do terço e cantada a música mariana “Minha Mãe, minha Rainha” com os presentes.

Dom Rifan e Dom Terra, juntamente com o padre Oscar Pilloni e o deputado Eros Biondini foram convidados a assinar o termo de entrega do ato de Consagração ao Ministro Chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Floriano Peixoto Vieira Neto.

“Agradeço ao presidente por abrir um espaço e estar aqui conosco para este evento tão importante. (…) Este espaço assim como todas as nossas dependências públicas, são espaços onde se professam a fé cristã.”, disse o Ministro.

Floriano Peixoto agradeceu também aos presentes, e pediu orações pelos trabalhos do governo, do STF e do legislativo: “Que Deus ilumine a todos nós, para que consigamos atingir os nossos objetivos, de dignificar o cidadão, levar nossos irmãos, sobrinhos, primos, filhos a uma condição melhor, a uma condição justa, melhor, a todos nós.”

Assista o vídeo da cerimônia de Consagração do Brasil a Jesus por meio do Imaculado Coração de Maria: clique aqui.

O contexto

Nas suas aparições em Fátima, Portugal, no ano de 1917, Nossa Senhora havia pedido que o mundo fosse consagrado ao seu Imaculado Coração como forma de afastar as guerras e o comunismo – com ênfase explícita na consagração da Rússia.

Em 1942, enquanto a Segunda Guerra Mundial exterminava milhões de pessoas, o Papa Pio XII consagrou o mundo inteiro ao Imaculado Coração de Maria, mas a consagração da Rússia é uma questão que, ao longo das décadas, tem gerado discussões entre os que consideram que aquele país foi devidamente consagrado e os que afirmam que os requisitos para uma válida consagração ainda não foram cumpridos.

Por Aleteia e Canção Nova

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Newsletter

Cadastre-se e receba as últimas notícias do Católico Digital diretamente em seu e-mail!