Igreja no Brasil

Cáritas brasileira lança campanha sobre imigração com Cristo Redentor

ACI Digital › 27/09/2017

Um ícone do acolhimento, com seus braços abertos, o Cristo Redentor foi eleito embaixador de uma campanha mundial sobre imigração e refúgio que será lançada pela Cáritas brasileira, a fim de sensibilizar e informar sobre esta questão.

A campanha “Compartilhe a Viagem” tem como proposta a mobilização social e o objetivo de promover a cultura do encontro, para abrir espaços e oportunidades aos imigrantes junto às comunidades locais.

O lançamento acontecerá no próximo dia 27 de setembro, no alto do Corcovado, com a presenta do Arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, representantes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), membros da Cáritas Brasileira e de entidades que atuam junto a imigrantes e refugiados.

No mesmo dia, acontecerá o lançamento mundial no Vaticano, pelo Papa Francisco, durante a Audiência Geral de quarta-feira, quando o Pontífice colherá imigrantes e ouvirá suas histórias de vida.

Este será mais um gesto do Santo Padre em relação aos imigrantes e refugiados, sobre os quais já se expressou em diversas ocasiões, promovendo uma cultura do encontro.

Em sua mensagem para o Dia Mundial do migrante e do refugiado em 2016, o Papa Francisco ressaltou que “os emigrantes são nossos irmãos e irmãs que procuram uma vida melhor longe da pobreza, da fome, da exploração e da injusta distribuição dos recursos do planeta, que deveriam ser divididos equitativamente entre todos”.

Atualmente, cerca de 230 milhões de pessoas vivem fora de seus países de origem, muitos dos quais por questões políticas, econômicas, sociais ou devido a fenômenos climáticos.

Segundo publicação do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), no primeiro semestre de 2016, 3,2 milhões de pessoas foram forçadas a sair de seus locais de residência devido a conflitos ou a perseguições, das quais 1,5 milhão são refugiadas ou solicitantes de refúgio.

No Brasil, 9.552 pessoas, de 82 nacionalidades, já tiveram sua condição de refugiadas reconhecida. Dentre esses, há um grande número de sírios e venezuelanos.

Desde o início do conflito na Síria, 3.772 pessoas desse país solicitaram refúgio no Brasil. Nos últimos meses há também um crescente número de solicitação de refúgio por cidadãos da Venezuela: apenas em 2016, 3.375 venezuelanos solicitaram refúgio no país, o que representa cerca de 33% das solicitações registradas no ano passado.

Para participar e ajudar a impulsionar a campanha nas redes sociais basta registrar em foto um gesto simbólico, os braços abertos, como o Cristo Redentor, em sinal de acolhida aos imigrantes. A imagem deverá ser publicada no Facebook, no Twitter ou no Instagram, com as hashtags #sharejourney e #compartilheaviagem.

Por ACI Digital

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Newsletter

Cadastre-se e receba as últimas notícias do Católico Digital diretamente em seu e-mail!