Diocese de Jundiaí

6ª Semana Missionária dos Seminaristas ocorre em Salto

Diocese de Jundiaí › 03/07/2019

Com o tema “Deus nos salvou e nos chamou com uma vocação santa”, a 6ª Semana Missionária Diocesana dos Seminaristas (SEMISE) teve início no último domingo, dia 30 de junho, com missa presidida pelo Padre Enéas de Camargo Bête. Em sua 6º edição, este ano, a SEMISE acontece na Paróquia Cristo Rei, em Salto (SP), e segue até o dia 7 de julho.

Na segunda-feira (01/07), os seminaristas diocesanos iniciaram os trabalhos Evangelização nas ruas, com visitas às casas.

No segundo dia (02/07), as atividades ocorreram na Comunidade São Gabriel e iniciaram com formação. A Irmã Alcinda Primon, CMC, assessora da Comissão Missionária Diocesana (COMIDI), tratou do tema: “Batizados e enviados a Igreja de Cristo em missão no mundo”.  O assunto está em comunhão com 3° Congresso Nacional Missionário de Seminaristas promovido pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM), que acontece na Diocese de Osório, no Rio Grande do Sul, entre os dias 10 e 14 de julho. E ainda, por ocasião do Mês Missionário Extraordinário que acontecerá no mês de outubro, com a celebração do Centenário da Carta Apostólica Maximum Illud (1919).

De acordo com a religiosa, o momento foi de reflexão sobre a fonte da missão que é a Santíssima Trindade, de onde nasce a missão ad gentes“Todos somos missionários e pelo batismo recebemos esta missão, conforme o mandato de Jesus ‘Ide por todo mundo anunciai o evangelho e fazei discípulo’ – esse é um mandato que obedecemos porque somos discípulos testemunhas do seu Evangelho”, disse.

Irmã Alcinda explicou o que é a missão ad gentes e sua importância. “Devemos superar a missão colonial e descolonizar a missão”, recordando que o Papa Francisco nos pede para que vivamos intensamente o Mês Missionário, para que a missão ad gentes ganhe um novo impulso missionário e a animação pastoral missionária novo vigor. “Seja pela oração, pela conversão e pela colaboração com os países onde ainda são poucos cristãos, a mensagem do Evangelho precisa chegar a todos”, completou a religiosa.

Na noite do mesmo dia, o Bispo Diocesano, Dom Vicente Costa, presidiu celebração eucarística. Concelebraram o Monsenhor Antônio Luiz Catelán Ferreira e os Padres Venilton Calheiros, reitor do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Desterro – Núcleo Filosófico Dom Joaquim Justino Carreira, e o pároco local, Padre Enéas de Camargo Bête.

A assembleia foi formada por mais de 500 fiéis entre paroquianos, agentes de pastoral e seminaristas diocesanos.

Após a Missa, Monsenhor Catelán Ferreira, que é doutor em Teologia Dogmática pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma e assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e membro da Comissão Teológica Internacional, falou sobre as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2019-2023 e apresentou o Livro Teologia da Liturgia: o fundamento sacramental da existência cristã, do Cardeal Joseph Ratzinger.

Por Diocese de Jundiaí

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Newsletter

Cadastre-se e receba as últimas notícias do Católico Digital diretamente em seu e-mail!