Vaticano

Vaticano promove Congresso sobre segurança no ambiente digital

Rádio Vaticano › 03/10/2017

Um tema que deixa muitos pais preocupados é a internet. Atualmente, três bilhões de pessoas acessam o mundo digital. Desses, oitocentos milhões são adolescentes expostos a abusos na internet. Com o objetivo de oferecer mais proteção aos menores, o Vaticano promove de 3 a 5 de outubro um Congresso sobre segurança no ambiente digital e vai contar com a participação de pesquisadores e empresas como Google e Facebook.

Com o discurso de boas-vindas do Padre Hans Zollner, presidente do Centro de Proteção de Menores, o Congresso “A dignidade do menor no mundo digital” teve início nesta terça-feira (03/10) na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, e até dia 5, especialistas, professores, empresários, lideranças civis, políticas e religiosas de todo o mundo debatem sobre como proteger os menores de bullying e abusos na Internet.

O pronunciamento do Card. Parolin

No primeiro dia do Seminário, o Cardeal Secretário de Estado, Pietro Parolin, tomou a palavra e afirmou que “desprezar a infância e abusar de crianças é para os cristãos não só um crime, mas também um sacrilégio, ou seja, uma profanação daquilo que é sagrado: a presença de Deus em todo ser humano”.

“Os fenômenos que observamos alcançam níveis de gravidade alarmante; sua dimensão e velocidade de difusão superam a nossa imaginação. Nas muitas formas de violência contra crianças, a horrível realidade do abuso sexual está praticamente sempre presente, como aspecto comum e consequência de uma violência multiforme e difundida, que ignora o respeito do corpo e da alma, da sensibilidade profunda e da dignidade de cada criança, de cada jovem, a qualquer povo pertença”.

O apelo ao controle

“Devemos nos esforçar – apelou o cardeal italiano – para retomar o controle do desenvolvimento do mundo digital, para que esteja a serviço da dignidade dos menores e assim, de toda a humanidade de amanhã”.

Para o Secretário de Estado, a capacidade de pais e professores de incidir na formação das novas gerações é bem menor hoje do que no passado, e muitas vezes é anulada pela contínua onda de mensagens e imagens que os menores absorvem no contato com as novas mídias. Neste sentido, exortou a fazer todo o esforço possível para ajudá-los a desempenhar seu papel ante os riscos e desafios do mundo digital”.

Por Rádio Vaticano (com Canção Nova) 

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Newsletter

Cadastre-se e receba as últimas notícias do Católico Digital diretamente em seu e-mail!