Igreja no Mundo

Papa que ir ao Iraque, mas não existem condições agora

Rádio Vaticano › 29/09/2017

“O Papa Francisco quer ir ao Iraque. O convite das autoridades iraquianas e da Igreja local foi entregue. Mas para que a visita se realize, devem ser verificadas diversas condições. Eu não perco a esperança”.

Assim expressou-se o Patriarca caldeu de Bagdá, Louis Raphael I Sako, durante a coletiva de imprensa à margem do encontro internacional promovido pela Ajuda à Igreja que Sofre sobre a reconstrução dos povoados cristãos na Planície de Nínive, realizado na quinta-feira em Roma.

“O Pontífice – afirmou por sua vez o Núncio Apostólico no Iraque e Jordânia, Dom Alberto Ortega – em diversas ocasiões manifestou sua vontade de ir ao Iraque, assim como a tantos lugares onde existe particular necessidade no Oriente Médio. Especialmente no Iraque onde os cristãos estão dando um grande testemunho de fé. As condições não são fáceis, mas devem ser analisados todos os fatores. Agora, por exemplo, seria um momento particularmente complicado. Vejamos como evolui a situação”.

“Se o Papa fosse – observou o Núncio – deveriam ser verificadas antes as condições necessárias de segurança, não somente para ele, mas também para as diversas atividades que iria apoiar, evitando instrumentalizações que colocariam em embaraço de certa maneira a todos. O Papa tem este desejo, mas também a sua agenda é muito empenhativa”.

Por Rádio Vaticano

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Newsletter

Cadastre-se e receba as últimas notícias do Católico Digital diretamente em seu e-mail!