Paróquias

Festa em louvor à São Judas Tadeu ocorre de 13 a 28 de outubro em Itu (SP)

Católico Digital › 11/10/2017

A Paróquia São Judas Tadeu celebra no mês de outubro as festividades em louvor ao seu padroeiro. A programação conta com novena entre os dias 19 e 27 de outubro e missa solene, precedida de procissão, no dia 28.

A festa traz ainda carreata no domingo, dia 22 de outubro, após a missa das 9h, e quermesse nos dias 13, 14, 15, 20, 21, 22, 27 e 28, com diversas barracas e praça de alimentação.

Confira a programação completa:

19 de outubro (5ª feira), 19h30
1º Dia da Novena: Missa (Padre Lupércio B. Martins)

20 de outubro (6ª feira), 19h30
2º Dia da Novena: Missa (Padre André Monteiro)

21 de outubro (sábado), 18h30
3º Dia da Novena: Missa (Padre Gabriel Vital)

22 de outubro (domingo), 18h30
4º Dia da Novena: Missa (Padre Edélcio Francisco)

23 de outubro (2ª feira), 19h30
5º Dia da Novena: Missa (Padre Adeilson dos Santos)

24 de outubro (3ª feira), 19h30
6º Dia da Novena: Missa (Padre Marcos Adriano)

25 de outubro (4ª feira), 19h30
7º Dia da Novena: Missa (Padre Adriano Rodrigues)

26 de outubro (5ª feira), 19h30
8º Dia da Novena: Missa (Padre Samuel da Cruz)

27 de outubro (6ª feira), 19h30
9º Dia da Novena: Missa (Padre Rodrigo Silva)

28 de outubro (sábado)
Dia do Padroeiro, São Judas Tadeu
17h30: Procissão
18h30: Missa Solene (Padre Júlio de Freitas – Pároco)

Os interessados em ajudar com prendas e doações ou como voluntário na festa podem entrar em contato com secretaria paroquial pelo telefone (11) 4024-0416.

A Paróquia São Judas Tadeu está localizada à Praça Júlio de Mesquita Filho, nº 45, no Jardim Rancho Grande, em Itu (SP).

São Judas Tadeu

O apóstolo Judas Tadeu era natural de Caná da Galiléia, na Palestina. O seu pai, Alfeu, era irmão de São José; a mãe, Maria Cléofas, prima irmã de Maria Santíssima. Portanto, Judas era primo irmão de Jesus e irmão de Tiago, chamado o Menor, também discípulo de Jesus.

No evangelho de Mateus, vemos que Judas Tadeu foi escolhido por Jesus. Na ceia, Judas Tadeu perguntou a Jesus: “Mestre, por que razão deves manifestar-te a nós e não ao mundo?” Jesus lhe respondeu que a verdadeira manifestação de Deus está reservada para aqueles que o amam e guardam a sua palavra. Também faz parte do Novo Testamento a pequena Carta de São Judas, a qual traz os fundamentos para perseverar no amor de Jesus e adverte contra os falsos mestres.

Após ter recebido o dom do Espírito Santo, Judas Tadeu iniciou sua pregação na Galiléia. Depois foi para a Samaria e próximo do ano 50, tomou parte no primeiro Concílio, em Jerusalém. Em seguida, continuou a evangelizar na Mesopotâmia, Síria, Armênia e Pérsia, onde encontrou Simão, e passaram a viajar juntos.

O apóstolo Judas Tadeu se tornou um mártir da fé. Os sacerdotes pagãos furiosos mandaram assassinar o apóstolo, a golpes de bastões, lanças e machados. Tudo teria acontecido no dia 28 de outubro de 70. Sua imagem traz até hoje a palavra de Deus e um machadinho, símbolo de seu martírio.

Créditos (foto): Pascom São Judas Tadeu

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Newsletter

Cadastre-se e receba as últimas notícias do Católico Digital diretamente em seu e-mail!