Paróquias

Festa em louvor à N. S. Fátima ocorre de 10 a 13 de maio em Itu

Católico Digital › 06/05/2019

A Comunidade Nossa Senhora de Fátima, pertencente a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, celebra de 10 a 13 de maio as festividades em louvor a sua padroeira, em Itu (SP).

A programação religiosa conta com tríduo preparatório, com missas nos dias 10, 11 e 12 de maio. No domingo, 13 de maio, dia de Nossa Senhora de Fátima, a missa festiva será às 19h30, seguida de procissão luminosa.

Já a comemoração social da festa ocorre nos dias 11 de maio, às 19h, com show de prêmios, e 12 de maio, às 19h30, com quermesse e evangelizashow com a Banda Kerigma.

Confira a programação completa:

10/05 (6ª feira) – 1º Dia do Tríduo
19h30: Santa Missa (Pe. Joaquim Cruz)

11/05 (sábado) – 2º Dia do Tríduo 
18h: Santa Missa (Pe. Júlio de Freitas)
19h: Show de Prêmios

12/05 (domingo) – 3º Dia do Tríduo 
18h: Santa Missa (Pe. Marcelo Augusto)
19h30: Quermesse e evangelizashow com a Banda Kerigma

13/05 (2ª feira) – Dia de Nossa Senhora de Fátima
19h30: Santa Missa e Procissão Luminosa (Padre Ton Ferreira)

A Comunidade Nossa Senhora de Fátima está localizada à Rua Gabriel Maffei, nº 369, no Jardim Alberto Gomes, em Itu (SP).

Mais informações pelo telefone (11) 4022-0197.

Nossa Senhora de Fátima

No dia 13 de maio de 1917, as três crianças, Lúcia, Jacinto e Francisca, estavam pastoreando nas colinas, quando sobre uma pequena árvore, surge um clarão e a figura “de uma Senhora vestida de branco, mais brilhante que o sol, reluzindo mais clara e intensa que um copo de cristal cheio de água cristalina, atravessado pelos raios de sol mais ardente”. Lúcia, a mais velha, tinha dez anos, e os primos Francisco e Jacinta, nove e sete anos respectivamente. Os três eram analfabetos.

As crianças mudam radicalmente. Passam a rezar e a fazer sacrifícios diários. Relatam aos pais e autoridades religiosas o que se passou. Logo, uma multidão começa a acompanhar o encontro das crianças com Nossa Senhora. As mensagens trazidas por Ela pediam ao povo orações, penitências, conversão e fé.

As aparições só começaram a ser reconhecidas oficialmente pela Igreja em 13 de outubro, quando sinais extraordinários e impressionantes foram vistos por todos no céu, principalmente no disco solar. Poucos anos depois os primos Francisco e Jacinta morreram. A mais velha tornou-se religiosa de clausura tomando o nome de Lúcia de Jesus e permaneceu sem contato com o mundo por dezenas de anos.

O local das aparições de Maria foi transformado num Santuário para Nossa Senhora de Fátima.

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Newsletter

Cadastre-se e receba as últimas notícias do Católico Digital diretamente em seu e-mail!