Igreja no Mundo

Bispos italianos financiam projetos em países pobres

Rádio Vaticano › 02/10/2017

Construir um hospital no distrito de Temeke, na Tanzânia, escolas de agrária em Bangui, na República Centro-africana, levar ajuda econômica e social a 500 famílias no Haiti; realizar casas de acolhida para sem-teto e marginalizados no Paquistão: são alguns dos 128 projetos financiados pela Conferência Episcopal Italiana, CEI, em favor do terceiro mundo, analisados em fins de setembro, em Roma.

Na Tanzânia, o hospital vai dar assistência à população que atualmente deve percorrer mais de 30 km até o posto de saúde mais próximo. Muitas pessoas morrem no caminho, e o risco é ainda maior para as gestantes.

No Haiti, o objetivo do projeto é reativar o circuito de produção que foi interrompido  pelo furacão Matthew, criar um fundo para o microcrédito, purificar a água contaminada, reparar as casas danificadas, adquirir sementes e equipamentos agrícolas para as plantações destruídas pela violência do furacão.

Um dos 19 projetos para a Ásia é a realização, no Paquistão, de estruturas para alojar pessoas sem-casa e vítimas da escravidão e do trabalho infantil. No Líbano, uma iniciativa vai abordar a reintegração social de ex-dependentes químicos.

Em julho passado, uma delegação da CEI esteve na República Democrática do Congo, onde visitou 50 localidades para constatar o estado dos projetos em execução ou ainda por realizar.

A missão colheu a oportunidade para instaurar o diálogo com os bispos locais inclusive sobre a situação de instabilidade política atual.

Por Rádio Vaticano

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Newsletter

Cadastre-se e receba as últimas notícias do Católico Digital diretamente em seu e-mail!