Diocese de Jundiaí

8ª Semana da Adoção ocorre de 25 a 31 de maio em Jundiaí (SP)

Diocese de Jundiaí › 23/05/2019

Com o tema “Adotar é preciso – Quando o amor é mais forte”, o Grupo de Apoio à Adoção Semente (G.A.A. Semente) realiza de 25 a 31 de maio a 8ª Semana da Adoção, em comemoração ao Dia Nacional da Adoção, que é celebrado em 25 de maio.

O objetivo desta semana é sensibilizar os participantes sobre a amplitude do adotar, repercutindo sobre a necessidade de que todos os filhos sejam adotados e que o direito à convivência familiar, biológica ou adotiva deve ser buscado para cada criança e adolescente, tendo como ingrediente principal o Amor responsável, comprometido e cuidadoso.

De acordo com Ana Maria Carrara Quaggio, Diretora Técnica do grupo, a escolha do tema deste ano reflete a necessidade de uma nova atitude e compreensão do que é adoção. “Adotar seu filho biológico, adotar uma nova forma de agir, adotar o planeta e preservar o meio ambiente… Mas só quando o amor é mais forte, incondicionalmente, podemos adotar alguém que não nasceu de nós, mas para nós! Ou seja, adotar uma criança ou adolescente pelas vias legais”, enfatiza.

Para o presidente do GAA Semente, Paulo Sérgio Antunes de Oliveira, a semana da adoção sintetiza, todo o trabalho de um ano inteiro sobre o tema e suas diversidades. “Tentamos planejar um evento que abranja toda sociedade civil, bem como os órgãos públicos e toda rede socioassistencial, para mostrar a importância de se debater e promover encontros sobre a adoção, possibilitando às pessoas ouvirem e aprofundarem seu conhecimento sobre o tema, ao trazermos profissionais renomados e experientes do movimento nacional da adoção para os nossos eventos”, explica.

A Semana da Adoção é realizada pelo Grupo de Apoio à Adoção Semente (GAA Semente) em parceria com o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Jundiaí (CMDCA), em Jundiaí (SP).

Confira a programação completa:

25/05, 9h: Caminhada da Adoção, com concentração na Praça Tibúrcio Estevão de Siqueira, s/n, Centro (Praça do Fórum).

27/05, 14h: Biblioteca Viva – Paço Municipal de Jundiaí, Av. da Liberdade, s/n, Vila Bandeirantes.

28/05, 17h: Vida ao Papel, palestra com Diógenes Duarte, diretor de cartório da comarca de Sidrolândia/MS e membro da assessoria de comunicação da ANGAAD (Associação Nacional dos Grupos de Apoio a Adoção), no Fórum de Jundiaí, Largo de São Bento, s/n, Centro. Evento fechado, voltado aos funcionários dos cartórios de Jundiaí e Região.

28/05, 19h: Reunião Mensal GAA Semente, palestra, “Adotar é preciso”, com Dr. Fernando Moreira de Freitas Silva, juiz de direito da comarca de Sidrolândia/MS, no CIESP Jundiaí, Av. Doroty Nano Martinasso, s/n, Vila Hortolândia.

31/05, 14h: Reflexão sobre o atendimento às famílias adotivas na rede socioassistencial de Jundiaí, REDECA / CMDCA /GAA Semente, Biblioteca Municipal de Jundiaí Prof. Nelson Foot, Av. Dr. Cavalcante, 396, Vila Arens. Evento fechado, voltado aos profissionais da Rede.

Sobre o Grupo de Apoio à Adoção Semente (G.A.A. Semente)

O G.A.A. Semente é uma ONG (Organização não Governamental), sem fins lucrativos, criada em 2000 e oficializada em 2003, a qual está inserida no Sistema de Garantia de Direito, trabalhando na defesa dos direitos da criança e do adolescente, especialmente o direito à convivência familiar e comunitária.

O Grupo, formado por voluntários pretendentes à adoção, pais e filhos por adoção e profissionais, desenvolve um trabalho em parceria com a Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Jundiaí na preparação obrigatória (art. 50 parágrafo 3º. e Provimento 36/2014 da CGJ) dos pretendentes à adoção e no acompanhamento de pais e filhos pós adoção.

Além disso, entre outras atividades realizadas pelo G.A.A. Semente estão: a organização do evento Semana da Adoção; a realização de palestras e workshops sobre o tema à toda rede de serviços de Jundiaí e Região (projeto “De mãos dadas”); a realização do projeto “O que os olhos veem, o coração sente”, o qual dá visibilidade e voz às crianças e adolescentes que estão sob os cuidados dos serviços de acolhimento de Jundiaí, possibilitando especialmente a garantia dos seus direitos à convivência comunitária.

Por Diocese de Jundiaí 

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Newsletter

Cadastre-se e receba as últimas notícias do Católico Digital diretamente em seu e-mail!