Entrevistas

Ser pai: uma vocação e um dom de Deus

Católico Digital › 12/08/2018

“Ser pai é uma vocação, mas precisamos subir a montanha com Cristo e na oração pedir a Sabedoria que vem Dele para respondermos bem ao chamado que Deus nos faz. Ser um colo firme, dar a sustentação que a criança precisa, mas deixá-la caminhar e aprender. Filhos são bênçãos de Deus. São presentes em nossa vida. Tenho o dever de educá-los, pois um dia deverei apresentá-los novamente ao Pai do céu”

O mês de agosto é tempo especial de motivação das vocações para a Igreja, que dedica em cada domingo a celebração de uma determinada vocação.

E para falar sobre a vocação paterna, que nasce da vocação ao matrimônio e à família, o portal Católico Digital entrevistou Sandro Daldon, que com seu testemunho de vida nos convida a refletir sobre a missão e a vocação de ser pai. Confira!

Católico Digital: Como você descobriu sua vocação ao matrimônio?

Sandro Daldon: Desde criança, com a experiência familiar, eu sempre quis formar uma família. Depois, quando o tempo vai passando, você vai crescendo e observando os outros caminhos vocacionais e vai admirando os que os seguem, mas não se sente chamado. Percebe que nada o tomou com uma força maior.

Católico Digital: O que motivou você a constituir uma família?

Sandro Daldon: Encontrar alguém que eu acreditei que assumiria o risco da vida comigo. Deus para mim é Tudo. Ele é o meu Senhor. A vocação ao matrimonio é um chamado a uma vida a três, onde Jesus é o centro. Deus sempre esteve presente em nossa vida. Desde o nosso namoro, rezávamos juntos o Rosário. Agora, rezamos com nossos filhos.

Católico Digital: Quais foram suas expectativas quando recebeu a notícia que seria pai?

Sandro Daldon: Quando éramos noivos, sempre brincávamos de desenhar nossos filhos um na palma da mão do outro. Nosso casamento, desde o início, sempre foi aberto à vida, pois queríamos todos os filhos que Deus quisesse nos dar. Era no mínimo cinco (risos). Após o tempo de Deus, Ele me agraciou com meu primeiro filho. Foi uma notícia que me deixou muito feliz e a responsabilidade pesou em meus ombros.

Católico Digital: O que é para você ser pai?

Sandro Daldon: Ser pai é ser a pessoa responsável pelo sustento, pela educação, pela formação de um caráter. Perceber a necessidade de cada um, inclusive de correção. Saber dosar o carinho e a correção com a sabedoria que pedimos a Deus. Vocação é um chamado. Ser pai é uma vocação, mas precisamos subir a montanha com Cristo e na oração pedir a Sabedoria que vem Dele, para respondermos bem ao chamado que Deus nos faz. Ser um colo firme, dar a sustentação que a criança precisa, mas deixá-la caminhar e aprender. Filhos são bênçãos de Deus. São presentes em nossa vida. Tenho o dever de educá-los, pois um dia deverei apresentá-los novamente ao Pai do céu.

Católico Digital: Quantos filhos você e sua esposa possuem?

Sandro Daldon: Temos 7 filhos. Abraão (13 anos), Maria Isabel (12 anos), Luísa Maria (10 anos), Gabriela Maria (8 anos), José Maria (no céu), Catarina Maria (3 anos) e Maria Teresa (9 meses).

Católico Digital: Quais oportunidades você acredita que só foram possíveis experimentar através da convivência com seus filhos?

Sandro Daldon: Nossos filhos nos dão a oportunidade de viver a plenitude da vocação ao matrimonio. Pois vocação é chamado, mas um chamado a doação. Cada criança que nasce você é chamado a se doar mais, amar mais, perdoar mais, trabalhar mais (risos). Sempre precisamos da educação que recebemos dos nossos pais. Até aquelas lições que você sempre desconsiderou, mas se lembra porque ouvia muitas vezes. Quando perdemos nosso quinto filho, ficou para mim a incumbência de dar a notícia da perda do irmão. Tive a oportunidade de ensinar sobre a dor e o sofrimento, mas também sobre a esperança e a certeza do céu para aqueles que rezarem muito e confiarem em Cristo.

Católico Digital: Quais aprendizados você acredita que Deus proporciona ao homem com o dom de ser pai?

Sandro Daldon: Ao ser pai percebemos que podemos nascer de novo. Cada filho que nasce você passa a existir de novo. É mais uma vida chegando e você existe de novo para alguém.

Católico Digital: Para sua esposa: como é o Sandro pai dos seus filhos? 

Márcia Daldon (esposa): O Sandro é uma pessoa especial. Ele é um excelente pai. Muito amoroso, paciente com as crianças. Eu o admiro muito. Ele é um homem que ama muito a Deus e O tem como único sentido na vida. Deus para ele é tudo. Escutar ele falar de Deus e da sua experiência pessoal com Jesus é muito edificante. Às vezes, ficamos horas falando sobre as coisas boas que Deus faz, sobre o Evangelho. Para mim, essa qualidade dele é muito importante, pois um pai precisa ser um homem de fé. As crianças precisam de exemplos e não de palavras. Com muita sabedoria trata cada criança como um ser único, prestando atenção ao que elas realmente precisam e ajudando-as a superarem as dificuldades. Ensina todos os dias, com muita alegria, que fazer o bem custa sacrifício, que o trabalho é uma benção para o homem e que precisamos cumprir bem nossas obrigações.

Católico Digital: Sandro, qual mensagem final você gostaria de compartilhar com os pais?

Sandro Daldon: Viva cada dia, cada momento e celebre como se fosse o único. A vida passa e as crianças crescem rápido. Não nos arrependeremos daquilo que fizermos com muito amor. Reze em família. Tudo que você quer que seus filhos façam, você precisa dar o exemplo. Acompanhe as informações que seus filhos recebem na escola e confira se condiz com a educação que você está dando em casa. Temo muitas informações que eles recebem que não acrescentam nada na vida deles e outras que estão fazendo nossos filhos perderem a fé. Incentive a leitura dos bons livros que formaram grandes homens de nossa História e principalmente a vida dos Santos da nossa Igreja.

Créditos (fotos): arquivo pessoal (Família Daldon)

Comentários

*O Católico Digital não se responsabiliza pelos comentários postados nas plataformas digitais. Qualquer comentário considerado ofensivo ou que falte com respeito a outras pessoas poderá ser retirado do ar sem prévio aviso.

Newsletter

Cadastre-se e receba as últimas notícias do Católico Digital diretamente em seu e-mail!